Cinderela sem Sapatos...


sexta-feira, 15 de junho de 2012

Beijo de Alfazema...




A moça debruça na janela...
 Ruge na face e olhos canela
Arrebita o nariz e suspira alfazema

Tira o avental sujo de gema
Solta os cabelos e se faz mais bela
O rapaz se aproxima e sorrir para ela

Com ar de cortejo estica- lhe a goela
Pergunta-lhe o nome
Ela responde: - sou Manoela

Ele replica: - sou Manoel
Tu és a mais bela donzela!
Caístes dos céus?

Não sou rico nem pobre, Manoela
Dar-te-ei o mais puro anel...
Deixas me beijar teus lábios de mel?

Manoela arrebita o nariz e fecha a janela
Nem céus, nem bela, ou puro anel
Não se goela um beijo `a uma donzela
Pela janela!

 
*Imagem cortesia Google

2 comentários:

pedroldcv disse...

Gostei muito deste poema! Li vários poemas seus e gostei. É diferente... :) Já estou seguindo seu blog. Se você quiser conferir meu blog, Randomatizes, o endereço é http://pedroldcv.wordpress.com .

Leila Onofre disse...

Obrigada Pedro, assinei seu blog e gostei muito. Seja bem vindo!